menu

26 mar 2021 Fonte: Plataforma Portuguesa das ONGD Temas: Ajuda Pública ao Desenvolvimento, Cooperação para o Desenvolvimento, Sociedade Civil, Presidência da UE

Ao longo dos últimos anos, as dinâmicas internacionais têm sofrido alterações importantes que têm contribuído para uma complexificação do sistema de governação global. O conjunto de fatores que para tal contribuíram – aos quais se juntou uma pandemia com efeitos terríveis e impactos desproporcionais consoante os pontos de partida – tem, naturalmente, consequências profundas nos processos de definição das prioridades de política externa dos diversos países e, de uma forma crescente, no desenho dos programas de cooperação para o desenvolvimento.

Durante os últimos meses, a Plataforma Portuguesa das ONGD promoveu um diálogo alargado a dezenas de Organizações da Sociedade Civil sobre as transformações observadas no setor, tendo por base o estudo "O Futuro da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento: Fragmentação, adaptação e inovação num mundo em mudança", elaborado pelo Ana Luísa Silva, Luís Pais Bernardo e Luís Mah, publicado pela Plataforma.

Este processo culmina hoje no webinar “Webinar | Cooperação para o Desenvolvimento: tendências e perspetivas”, que marcará o lançamento do referido estudo e do paper “Cooperação para o Desenvolvimento: Uma visão da Sociedade Civil para um setor em Transformação”, um documento que procura alimentar o debate sobre o futuro das políticas de cooperação para o desenvolvimento em torno de três eixos principais: a importância de uma abordagem integrada, coerente e centrada nas pessoas; a importância de parcerias genuínas na promoção da Democracia, dos Direitos Humanos e do Desenvolvimento Sustentável; e o papel da UE na mobilização de financiamento para o desenvolvimento e para uma recuperação justa e sustentável. 

Acompanhe o nosso Trabalho.

subscrever newsletter